Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

CEDS lança “Rio+Respeito” e valoriza a diversidade no Carnaval

16/02/2017 18:34:00


Uma parceria inédita da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS) da Prefeitura do Rio com a SuperVia vai garantir a distribuição gratuita de preservativos em estações de trens durante os quatro dias de folia na cidade. A ação é parte de um conjunto de iniciativas que serão colocadas em prática pelo coordenador da CEDS, Nélio Georgini, na campanha Rio+Respeito. Além do acordo com a concessionária de transporte ferroviário, uma parceria com a Secretária Municipal de Saúde e com a Riotur,  vai permitir a distribuição de preservativos (masculinos e femininos) e gel lubrificante, cedidos pelo Ministério da Saúde, no Sambódromo. O material também será entregue aos foliões em bairros das zonas Oeste, Norte e Sul da cidade. O trabalho vai contar ainda com o apoio das 16 Superintendências Regionais e de dez Coordenadorias de Áreas Programáticas de Saúde (CAPS). O folião também vai receber material informativo sobre as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

 
 
A parceria com a Riotur resultou ainda na contratação de oito mulheres trans, algumas bilíngues, para fazer atuarem nas ações de promoção. A ideia principal é dar visibilidade para esta população que por muitas vezes fica invisível socialmente.
 
 
Desde que foi nomeado para a CEDS, Georgini vem articulando ações conjuntas com a militância LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e diversas secretarias da prefeitura:
 
 
- Queremos chamar atenção para o respeito com o próximo, seja ele quem for. Não estamos aqui para vitimizar a comunidade LGBTT, mas sim para buscarmos uma integração com toda a sociedade. Isso é garantir o pleno exercício da cidadania - disse o coordenador, que ressaltou que a campanha  Rio+Respeito não se limitará ao período do carnaval:
 
 
- Essa é uma pauta que será colocada em prática nos próximos quatro anos. É importante que todos entendamos a grandeza de uma parte do voto do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que na RE 898060 de 21 de setembro de 2016 escreveu: O Estado não pode obrigar as pessoas a se amarem. Deve, porém, cuidar que se respeitem e se cuidem (...) .
 
 
Outra parceria da CEDS, dessa vez com a Secretaria Municipal de Cultura, resultou na criação de uma marchinha de carnaval de autoria dos compositores Marquinhos de Oswaldo Cruz e Luiz Carlos Máximo que será o slogan da Rio+Respeito. Vale uma palinha:

 

"Vem pro carnaval, mas vem sem preconceito ( bis ). Que o Rio é mais respeito. Vem pra praça, me abraça, me amassa, todo mundo é igual. Na Lapa, Zona Oeste, ou Madureira. Na praia do Leme ao Pontal."

 
 
Nélio Georgini acrescentou que, assim como na canção, as ações da Rio+Respeito não vão se concentrar no Centro e Zona Sul da cidade:
 
 
- Não vamos criar políticas públicas somente para a comunidade LGBTT de Ipanema, vamos criar políticas públicas para a cidade toda.
 
 
O coordenador da CEDS anunciou ainda o lançamento de um aplicativo gratuito, que apresenta informações úteis, como agenda de blocos de rua, programação dos desfiles na Sapucaí e os pontos de entrega de preservativos nas unidades de saúde. 
 
 
- Nosso o objetivo é facilitar a vida do folião, dando dicas de diversão, cuidado e saúde - conclui.



Serviços Serviços