Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

Guarda Municipal inicia curso sobre impacto da poluição em animais marinhos

17/04/2017 10:15:00  » Autor: Foto: Léo Araújo


Guardas municipais do Grupamento de Defesa Ambiental (GDA) e da 12ª Inspetoria, que atua na Ilha do Governador e em Paquetá, participaram, na manhã desta segunda-feira (17/04), do primeiro treinamento sobre o impacto da poluição em animais, como aves, tartarugas e mamíferos marinhos. A aula, que aconteceu na Universidade Castelo Branco, na Penha, foi ministrada para cerca de 30 guardas, pela equipe de veterinária da CTA - Serviços em Meio Ambiente, empresa parceira da universidade, que realiza trabalho de resgate de animais marinhos debilitados mortos por meio do Projeto de Monitoramento de Praias – Bacia de Santos (PMP-BS). O treinamento terá novas edições, sempre às segundas-feiras. 

 

Para o comandante do Grupamento de Defesa Ambiental (GDA), inspetor Sebastião Jodimar Moreira, este tipo de capacitação é muito importante para as ações dos guardas que são constantemente acionados para realizar resgates de animais silvestres em toda a cidade, por meio da Central 1746 e até por outros órgãos.

 

- Parcerias como essas sempre são bem-vindas, pois permitem aos guardas atuarem com mais segurança técnica, proatividade, dinâmica racional e eficiência, resultando em ações exitosas na defesa ambiental - comentou o comandante do GDA.

 

A iniciativa tem como objetivo aprimorar os conhecimentos relacionados ao monitoramento diário da faixa de areia de praias urbanizadas, nas áreas de costão e ilhas, além de capacitar o efetivo sobre as medidas a serem adotadas quando se encontra animais marinhos debilitados e encalhados que necessitem de resgate e manejo para encaminhamento a unidades acolhedoras.

 

O treinamento também visa orientar quanto aos procedimentos adequados ao se encontrar animais mortos, para realização de estudos e identificação da causa da morte. As ações são fundamentais para preservação da fauna na cidade.

 

- Tivemos a oportunidade de aprender mais sobre aves e tartarugas marinhas. Lidamos com animais vivos, mesmo debilitados, mas no curso também foi falado sobre a importância da comunicação imediata ao CTA de casos de mortes de animais marinhos para que eles possam fazer o resgate com brevidade e averiguar a causa da morte e se tem alguma relação com algum tipo de poluição proveniente de vazamentos de óleo de navios - contou o guarda municipal Ademir da Silva Lopes, há 19 anos na GM e três no Grupamento de Defesa Ambiental.

 

O Grupamento de Defesa Ambiental da Guarda Municipal atua no resgate de animais silvestres em toda a cidade por meio da Patrulha Ambiental – inciativa da prefeitura que reúne agentes da GM-Rio e da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente. Em 2016, foram resgatados 1.934 animais silvestres em situação de risco na cidade.


Imagens relacionadas:










Serviços Serviços