Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Pacientes transgêneros poderão usar nome social nas emergências da RioSaúde

18/05/2017 12:06:00


As unidades de emergência da Empresa Pública Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A (RioSaúde) permitirão que pacientes transgêneros usem o nome social, e não o nome civil, nas consultas médicas. Já estão em fase final as adaptações tecnológicas das unidades para que os pacientes sejam chamados desse modo pelos sistemas de áudio e vídeo. 

 

Estudos demonstram que quando o paciente se sente á vontade, procura os serviços de saúde quando precisa e inicia o tratamento necessário no período adequado, com resultados clínicos melhores. 

 

Um comunicado do órgão foi publicado, nesta quarta-feira (17/05), quando se celebrou o Dia Internacional contra a Homofobia. A data também marca a exclusão da homossexualidade da lista de doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1990. 

 

A RioSaúde prepara alterações nos procedimentos operacionais padrão (Pop) e nos treinamentos de 900 servidors em suas quatro unidades de emergência no Rio (Barra da Tijuca, Cidade de Deus, Rocha Miranda e Senador Camará), orientando-os a registrar o nome civil dos pacientes nos sisemas, conforme documento de identificação, mas possibilitando a inclusão do nome social. 




Serviços Serviços