Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro - PLANETÁRIO
Planetário e AMAGÁVEA homenageiam William Shakespeare em concerto ao vivo

12/04/2010 17:02:00


William Shakespeare é considerado um dos mais importantes dramaturgos e escritores de todos os tempos. Suas obras permanecem vivas até os dias atuais. Em sua homenagem, no dia 8 de dezembro, o Planetário, em parceria com a AMAGÁVEA, realizará a 56ª edição da série "Música Clássica nas Estrelas", com canções e árias de óperas baseadas em suas obras. O concerto ao vivo, que terá entrada franca, acontecerá às 19h30.
 
Para abrilhantar o espetáculo, contaremos com a presença dos sopranos Marilia Zangrandi e Marina Cyrino, que serão acompanhadas pelo pianista Vitor Phimoneno. Serão apresentadas árias das óperas Otello de Verdi, I Capuleti e I Montecchi de Bellini e Romeo et Juliette de Gounod, além de canções de Poulenc, Berlioz, Haydn e Korngold, igualmente baseadas em sonetos e textos de Shakespeare, como O Mercador de Veneza e Hamlet.
 
O concerto tem duração de uma hora e meia, incluindo a contextualização das obras pelas cantoras. A entrada é franca e a lista de entrada será organizada na recepção meia hora antes do início do evento. Mais informações: http://www.amagavea.org.br.
 
Marília Zangrandi
Soprano lírico carioca é graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, aluna de Luciana Melamed, sob orientação vocal de Vitor Philomeno. Ganhou o prêmio de Melhor Intérprete de Canção de Carlos Gomes em 2016. Em dezembro de 2014, sob a direção de Graciela Araya, participou da estreia nacional da ópera L'incoronazione di Poppea de Monteverdi, no Rio de Janeiro, como Poppea, e cantando novamente em 2015 em Surrey, na Inglaterra, sendo elogiada pela crítica. Integrou a Lotte Lehmann Akademie 2013, em Perleberg, onde trabalhou, com Karan Armstrong, Thomas Moser, Janet Williams, Klaus Sallmann, entre outros.
 
Marina Cyrino
Soprano lírico, Marina estudou canto e interpretação com grandes nomes no Brasil e nos Estados Unidos, com destaque para professores das famosas escolas de Juilliard, Northwestern e HB Studio. Nos últimos anos, vem se destacando no cenário musical carioca, sendo solista em óperas como Os Prazeres de Versalhes de Charpentier, O Morcego (Die Fledermaus) de Johann Strauss II e L'Incoronazzione di Poppea de Monteverdi, e em produções de música de câmara, como o concerto Calvariae, com peças de Vivaldi e Pergolesi, e o espetáculo Mélodies, que apresentou canções francesas em teatros do Rio e Niterói. Em São Paulo, foi solista na execução do Magnificat de Vivaldi, com a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos, sob a regência de Emiliano Patarra. Seu projeto Ópera com cara de cinema busca, com clipes de árias de óperas, mostra que a ópera é jovem e para todos.
 
Vitor Philomeno
É um dos principais preparadores vocais e artistic managers do Brasil. Solidificou seu nome com enfoque técnico e estilístico em papéis operísticos dos mais variados períodos musicais, trabalhando com profissionais do calibre de Cristina Gallardo-Domâs, Graciela Araya, Martin Muehle, Claudia Riccitelli, Mere Oliveira, Mirna Rubim, Tati Helene, Atalla Ayan, Marcelo Ferreira, Marcello Vanucci, Rinaldo Leone, Chiara Santoro, Aníbal Xavier, entre muitos outros.
 
Seu trabalho lhe rendeu inúmeros destaques, como a preparação vocal do elenco da estreia brasileira da ópera Il barbiere di Siviglia, de Giovanni Paisiello, direção de Enzo Dara e regência de Sergio Monterisi no Theatro São Pedro, em São Paulo em setembro de 2012; e o concerto com Graciela Araya na sua primeira interpretação do Kindertotenlieder de Gustav Mahler, também no Theatro São Pedro.
 
 
 
Sujeito a lotação.

Imagens relacionadas:










Serviços Serviços